Editoria EM DEBATE

Links:

Editoria EM DEBATE

Revista EM DEBATE

Catálogo de Livros EM DEBATE

Projeto de extensão

TÍTULO: Editoria Em Debate

  • COORDENAÇÃO:

Ricardo Gaspar Muller(LASTRO, TMT, SPO, CFH)

  • PARTICIPANTES:

Adir Valdemar Garcia (LASTRO, MEN, CED)

Ary César Minella (NESFI – Núcleo de Estudos Sociopolíticos do Sistema Financeiro, SPO, CFH)

Fernando Ponte de Sousa (LASTRO – Laboratório de Sociologia do Trabalho, SPO, CFH)

Iraldo Alberto Alves Matias (LASTRO, GEPENSAH – IFSC/UFSC)

Janice Tirelli Ponte de Sousa (NEJUC – Núcleo de Estudos da Juventude Contemporânea, SPO, CFH)

José Carlos Mendonça (LASTRO, GEPENSAH, DEPAnt, CFH)

Paulo Sergio Tumolo (LASTRO, EED, CED)

Maria Soledad Etcheverry Orchard (SPO, CFH)

Valcionir Correa (LASTRO, LEFIS, SPO, CFH)

  • JUSTIFICATIVA

É constatado como em qualidade e quantidade, muito do que é produzido na universidade não é publicado por falta de oportunidades editoriais, quer nas editoras comerciais, quer nas editoras universitárias, cujas limitações orçamentárias não permitem acompanhar a demanda existente. As consequências são várias, mas principalmente o limite de acesso aos  novos conhecimentos  por parte de estudantes, pesquisadores e leitores em geral e, de outro lado, os prejuízos também aos autores, visto a tendência de pontuar a denominada produção intelectual pelas publicações.

Por outro lado, é constatada também a  velocidade crescente e em escala cada vez mais ampla da utilização de recursos informacionais que permitem divulgação e democratização do acesso à publicações.

Dentre outras formas, destacam-se os e-books, artigos full text, base de dados, diretórios e documentos em formato eletrônico, inovações  amplamente utilizadas, como consultas às referências científicas e como ferramentas formativas e facilitadoras nas atividades de ensino e extensão.

O documento impresso, tanto o periódico como o livro, continuam sendo produzidos e vastamente continuarão em vigência, conforme opinam os estudiosos do assunto. Entretanto, as inovações técnicas assinaladas podem contribuir de forma complementar, e mais ainda, oferecendo recursos instrumentais que a obra impressa não permite.

Posto assim, é necessário que os laboratórios e núcleos de pesquisa e ensino, que agregam professores, técnicos educacionais e alunos, na produção de conhecimentos, como pesquisa e como ensino possam, de forma convergente, suprir suas demandas de publicação como forma de extensão universitária através de edições eletrônicas com custos reduzidos e em divulgação aberta e gratuita em rede de computadores, possibilitando a universidade pública cumprir de forma mais eficaz suas funções sociais.

Nesta perspectiva, a editoração na universidade pode ser descentralizada, permitindo que várias iniciativas realizem esta convergência, com autonomia e responsabilidade acadêmica, editando periódicos de divulgação científica  e livros, considerando na forma e no conteúdo as peculiaridades de cada área de conhecimento.

O LASTRO – Laboratório de Sociologia do Trabalho (www.lastro.ufsc.br), apresenta-se com as condições de iniciar esta proposição, pela sua produção e pelo compromisso de seus membros, pois conta com a participação de professores, técnicos e estudantes (de graduação e pós-graduação) nas suas várias atividades de pesquisa, ensino e extensão, interagindo com outros núcleos do departamento de Sociologia e Ciência Política, bem como de outros departamentos, nas atividades da revista Em Debate (ISSNe 1980-3532), do LEFIS (Laboratório de Ensino de Filosofia e Sociologia)  e do  Memorial dos Direitos Humanos (MDH). De forma integrada, outros núcleos ou laboratórios ou mesmo  pessoas de distintas linhas de pesquisa, se aglutinam como equipes de afinidades neste projeto, possibilitando que o mesmo seja mais amplo na efetivação de seus objetivos.

  • OBJETIVOS

1 – Desenvolver  e aplicar recursos de publicação eletrônica, para revistas, cadernos, coleções e livros, que possibilitem o acesso irrestrito e gratuito, dos trabalhos de autoria dos membros dos núcleos, laboratórios e linhas pesquisa da UFSC e de outras instituições, conveniadas ou não, sob a orientação de uma Comissão Editorial

2 – Publicar, sob demanda, as versões impressas do que for compatível com objetivo acima.

3 – Incluir sob responsabilidade da Editoria Em Debate, a revista eletrônica Em Debate  e demais publicações e edições que forem  definidas pela Comissão Editorial.

  • PÚBLICO ALVO

Tendo em vista ser um projeto de extensão para publicações de livre acesso, certamente as possibilidades de um público mais amplo estão abertas, entretanto, dado o teor das publicações, o público mais diretamente almejado deve estar ligado às ciências humanas, incluindo professores e alunos do ensino médio.

  • RECURSOS

Para operacionalizar as atividades da Editoria Em Debate é possível contar com o apoio da UFSC através de alunos bolsistas e da hospedagem da página e arquivos, dos departamentos envolvidos e do Middlebury College (EUA), através de convênio com o Memorial de Direitos Humanos, projeto partícipe desta editoria.